sábado, 12 de março de 2011

gostava que não se atravessassem , mostrando-me caminhos proibidos. gostaria que me deixassem caminhar sem obstáculos. mas por mais que me tentem desviar deste caminho q levo, eu desta vez não vou deixar, e não vou cair nas vossas armadilhas. por mais que tenha lutado, eu hoje, desisti de nós ! não há mais condições para sofrer. tudo o que eu pude, eu fiz por o nosso amor. todo o amor q tinha da tua parte, lutei para o ter. um dia, hei de ser mulher o suficiente para não voltar a cair nessas tuas teias, teias essas que me deixam louca. um dia, vou ser capaz de dizer-te 'não'. um dia, vou ser capaz de viver indepentende deste meu amor. um dia, vou voltar a ser eu. um dia, (...)

1 comentário: